bwin

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
POLÍTICAS PÚBLICAS

Sejudh e ONU Mulheres discutem projeto para indígenas e quilombolas

Órgãos conversaram sobre a ação que será implementada, prioritariamente, nos estados do Pará e Maranhão

Por Gerlando Klinger (SEJU)
27/01/2021 11h46

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e a Organização das Nações Unidas para Mulheres (ONU Mulheres) discutiram, na manhã desta quarta-feira (27), a implantação do projeto “Direitos Humanos das mulheres indígenas e quilombolas: uma questão de governança”, que será implementado, prioritariamente, nos estados do Pará e Maranhão, e conta com o financiamento da embaixada da Noruega.

Com a implantação do projeto, municípios que serão beneficiados poderão estabelecer políticas para as mulheres indígenas e quilombolas dos dois estados. O objetivo é facilitar a inclusão e a participação significativa de mulheres indígenas e quilombolas na formulação de políticas, planejamento e orçamento nos âmbitos estadual e municipal, com vistas a eliminar a discriminação e as desigualdades com base em gênero, raça e etnia.

O titular da Sejudh, Alberto Teixeira, parabenizou o projeto e disse que as atividades desenvolvidas vão de encontro com a atuação finalística da Sejudh. “Temos políticas voltadas às mulheres indígenas e quilombolas, que são de suma importância, e o projeto da ONU Mulheres é totalmente exequível de ser executado no Pará”, afirmou.

Para a diretora de Cidadania e Diretos Humanos, Verena Arruda, “o projeto tem o objetivo de desenvolvimento de políticas públicas para as mulheres indígenas e quilombolas, além de contribuir para o desenvolvimento de produtos de conhecimento culturalmente e especificamente adaptadas àquela população”.

Na próxima sexta-feira (29), de forma virtual, haverá o lançamento do Projeto “Direitos Humanos das mulheres indígenas e quilombolas: uma questão de governança”. O evento contará com a participação de representantes da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Pará.

bwin Mapa do site