bwin

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
PREPARAÇÃO

Escolas de Ensino Técnico finalizam revisão para o Enem com aula de fit dance

O momento de relaxamento é essencial para reduzir a ansiedade dos estudantes, que também receberam o Kit-Enem com água, canetas e chocolate

Por Fernanda Graim (SECTET)
03/11/2023 19h56

'Aulões' nas Escolas de Ensino Técnico reuniram dezenas de candidatos ao ensino superiorOs estudantes brasileiros estão na expectativa para a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizada no próximo domingo (5). Entre os alunos das Escolas de Ensino Técnico do Estado do Pará (Eetepas), geridas pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), o sentimento não é diferente. Para finalizar a preparação feita ao longo do ano, as escolas ofereceram, nesta semana, “aulões” de revisão.

Na Eetepa Tancredo Neves, em Belém, a grande revisão foi nesta sexta-feira (3). A diretora da escola, Kêmila Lopes, contou que a unidade deu toda a assistência aos alunos, incluindo a inscrição no Exame Nacional. “O evento realizado nesta sexta incluiu aulas preparatórias seguidas de um momento de relaxamento, quando os alunos receberam um Kit-Enem, contendo água, canetas e chocolate. Essas ações são de grande importância, pois contribuem para a aprendizagem  dos que se preparam para a prova, ajudando os alunos a se sentirem mais confiantes”, informou.

O professor de Matemática e suas Tecnologias, Danilo Borges, destacou que os momentos de descontração nessas revisões finais são muito importantes. “Nossos dedicados alunos e toda a comunidade escolar se uniram para tornar esta experiência incrível. Além de revisar conteúdos essenciais, proporcionamos a todos os alunos kits para a realização da prova, garantindo que estejam bem preparados para o grande dia. E para relaxar e aliviar a atenção, encerramos com uma animada aula de fit dance. Estamos confiantes de que nossos alunos estão prontos para brilhar no Enem e alcançar seus sonhos acadêmicos”, afirmou.Estudantes participaram da revisão e receberam o Kit Enem

O aluno do curso Técnico em Informática da escola, José Arthur Barros, 19 anos, garantiu que a expectativa para a prova é positiva. É a primeira vez que ele participa do certame, pelo qual pretende conseguir uma vaga no curso de Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do Pará (UFPA). “Eu me sinto bastante apto para realizar a prova. Eu sei muito bem do meu esforço, da minha capacidade, e sei que posso ir muito bem. E essas revisões finais me ajudaram bastante”, disse o estudante. “Como estudante, eu sei que ainda tem muito caminho pela frente. E quero realizar todos os meus sonhos e objetivos para, assim, ter uma garantia de futuro melhor não só para mim”, acrescentou.

Segundo Dieniffer Silva, 27 anos, aluna do curso Técnico de Secretariado na Eetepa Tancredo Neves, as aulas de revisão foram fundamentais na reta final de preparação. “Foi um importante passo pra que eu pudesse rever com qualidade o que realmente devemos focar na prova. Todo o aprendizado em algumas horas de aulas, em dias específicos, me auxiliou de forma considerável, faltando poucos dias para o Exame. Todos os alunos se sentiram acolhidos e animados com a prova, pois essas aulas fizeram toda a diferença, com as excelentes dicas que tivemos para alcançar a tão esperada aprovação”, disse ela, que pretende conquistar uma vaga no curso de Letra em Inglês, na UFPA, e Secretariado Executivo, na Universidade do Estado do Pará (Uepa).

Descontração - Na Eetepa Dr. Celso Malcher, também na capital paraense, o “aulão” de revisão foi realizado na última quarta-feira (1º), no mesmo clima de incentivo e descontração, frisou o coordenador de Integração da escola, professor Andrey Rabelo. “Foi um momento dedicado às últimas dicas e possíveis temas da redação, marcado pela entrega simbólica das canetas para os vestibulandos. Professores e coordenadores entregaram canetas esferográficas pretas, desejando uma excelente prova para todos”, informou.

O diretor de Educação Superior, Profissional e Tecnológica da Sectet, Washigton Berg, lembrou que, além das aulas presenciais e de todo o apoio das escolas, os estudantes das Eetepas e de todas as escolas estaduais tiveram a ajuda da plataforma Enem Pará 2.0, com suporte de aulas on-line e simulados. “A Sectet criou a plataforma Enem Pará 2.0 para ajudar os alunos neste processo de incentivo no ingresso ao ensino superior”, acrescentou.

bwin Mapa do site