bwin

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
CASA DE FARINHA

Adepará realiza visita técnica em agroindústria de mandioca de assentamento em Paragominas

Por Rosa Cardoso (ADEPARÁ)
17/11/2023 16h04

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), por meio da Gerência de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (Gipov), realizou este mês visita técnica a uma agroindústria de mandioca que pertence à Associação de Produtores de Mandioca e Derivados (Apromandi), do Assentamento Paragonorte, em Paragominas.

A agroindústria está em fase final de implantação e os fiscais agropecuários, que atuam na certificação de estabelecimentos da cadeia da mandioca no Estado, fiscalizaram a obra e verificaram as etapas de produção da Casa de Farinha, que está passando por adequações para futuramente receber o selo artesanal da Agência, que garante que o local obedece os padrões de higiene e qualidade estabelecidos pela vigilância sanitária. 

“Quando estiver funcionando com todas as adequações realizadas para atender os padrões de higiene previstos em lei, o estabelecimento será o único do tipo registrado pela Agência de Defesa em um assentamento”, ressaltou o gerente de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal, Hamilton Altamiro Shell. 

Segundo o fiscal agropecuário, a Associação recebeu incentivo da Prefeitura de Paragominas, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura que, em parceria com a Adepará, proporcionou as orientações técnicas e sanitárias para que o projeto pudesse alcançar maiores mercados e tivesse um selo de qualidade. 

“Foram realizadas diversas reuniões como os comunitários, e delas, o primeiro resultado prático resultou na obtenção da planta de uma agroindústria, voltada ao processamento de mandioca e seus subprodutos. Esse produto, a mandioca, será, a posteriori, transformado em farinha e nos outros derivados da cadeia produtiva da mandioca", explicou Shell. 

 A Apromandi - A Associação de Produtores de Mandioca e Derivados do Assentamento Paragonorte (Apromandi) foi criada em 2021 com o objetivo de organizar um grupo de pequenos produtores rurais, da agricultura familiar, residentes na comunidade Vila União Bacaba, do Assentamento Paragonorte, que trabalham com atividade de produção de farinha de mandioca, de uma forma rudimentar e empírica. No Assentamento, localizado na estrada da Paragonorte, há cerca de 92 km da sede do município de Paragominas, vivem 1.200 famílias de assentados.

No momento, 50 famílias vão trabalhar em todo o processo de produção da farinha de mandioca, do plantio até o processamento da farinha. Mas a ideia é que a Associação cresça e possa inserir outras famílias de assentados, que já se identificam com a atividade do cultivo da mandioca, com grandes chances dos moradores se tornarem sócios ou mesmo fornecedores de matéria prima para a agroindústria.

De acordo com o último levantamento da Gerência de Produto Artesanal Vegetal, existem 99 estabelecimentos da cadeia produtiva da mandioca já registrados na Adepará. A inauguração da agroindústria do assentamento em Paragonorte está prevista para o início de dezembro.

bwin Mapa do site