bwin

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
'LEITURA E CIDADANIA'

Estado fortalece acesso à leitura com entrega de mil livros novos em escolas do bairro da Terra Firme, em Belém

Ao todo, serão disponibilizados mais de 100 mil livros com diversas obras de autores paraenses às escolas do Estado

Por Matheus Rocha (SEAC)
05/02/2024 13h20

Alunos e professores de escolas da rede estadual localizadas no bairro da Terra Firme, em Belém, receberam, nesta segunda-feira (5), mil novos livros. As obras literárias entregues hoje,  incluem autores paraenses. As entregas foram feitas pelo Governo do Estado, por meio do projeto "Leitura e Cidadania", idealizado pela Secretaria de Articulação da Cidadania (SEAC), em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (SEDUC). 

Lançado em novembro do ano passado, o projeto "Leitura e Cidadania" tem como objetivo fortalecer o acesso à literatura nas áreas contempladas pelo programa Territórios pela Paz (TerPaz). No evento de hoje, foram beneficiados alunos das escolas Professor Virgílio Libonati, Mateus do Carmo e Fonte Viva. 

Incentivo à leitura - Auxiliadora Azevedo, diretora da unidade de ensino Virgílio Libonati destacou o quanto o projeto ajuda a comunidade escolar quanto a prática, o hábito à leitura. "O projeto incentivou ainda mais a leitura e a escrita. Depois que os alunos começam a ler, querem transcrever para os cadernos. Isso é excelente. Todos ficaram super alegres", disse.

A aluna Luiza Lima, de 8 anos e estudante do 4° ano, estava ansiosa para conhecer a história do Curupira e de outras lendas amazônicas. "Eu adoro ler. Já li o livro do Pequeno Príncipe inteiro, com 79 páginas, e achei muito divertido. Agora, quero ler o livro do curupira", contou.

Professora Lucilene NevesPara a professora Lucilene Neves, o "Leitura e Cidadania" é importante para a aprendizagem das crianças e também para o desenvolvimento. "É algo maravilhoso. Os alunos ficaram muito felizes. A gente percebe em cada olhar. São oportunidades que eles não têm em casa. Os pais se preocupam em dar outros brinquedos e muitas vezes não se preocupam em dar um livro. Estou encantada e também quero ler todos", disse.

Oportunidade - De acordo com o secretário de Articulação da Cidadania, Igor Normando, o projeto vai disponibilizar mais de 100 mil livros com diversas obras de autores paraenses. 

"Esses livros são de autores amazônidas e as crianças vão ter acesso a essa literatura. São mais de 100 mil livros que vão ser entregues nas escolas estaduais e a gente fica feliz de ver as crianças usufruírem desse bem tão grande que é o conhecimento. Estamos fortalecendo para essas crianças o alcance à leitura, conhecendo mais sobre a nossa região, nossas culturas e sobre a Amazônia", explicou. 

Secretário Igor NormandoOs livros também estarão disponíveis nas bibliotecas das Usinas da Paz para o público em geral. 

Texto: Chrystian Machado (SEAC)

bwin Mapa do site