bwin

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
EDUCAÇÃO

Seduc trabalha para manter alunos da "Tiradentes II" no mesmo prédio

Por Redação - Agência PA (SECOM)
28/03/2015 17h25

Paralelamente à realocação dos estudantes da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Tiradentes II nas dependências da Escola Estadual de Ensino Médio Orlando Bitar, na Avenida Governador José Malcher, no bairro de Nazaré, com aulas e plantões de atendimento aos pais a partir da próxima segunda-feira (30), a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) trabalha para reverter a decisão judicial que impede o funcionamento da escola em prédio alugado pela Secretaria, localizado na Rua Presidente Pernambuco, entre Gentil Bittencourt e Arcipreste Manoel Teodoro, bairro de Batista Campos.

O proprietário afirma que não tem mais interesse em alugar o imóvel para funcionamento da escola, informou o assessor jurídico da Seduc, Fagner Feitosa, que se reuniu na sexta-feira (27) com professores, pais de alunos e estudantes no prédio onde funcionava a Escola Tiradentes II.

Fagner Feitosa mostrou as providências adotadas pela Secretaria para atender os 650 estudantes da instituição. “Esclarecemos e identificamos o processo judicial existente acerca da posse do imóvel. Foram todos cientificados de que a ordem judicial continua vigente, e que o prazo para desocupação do imóvel se escoaria no dia de hoje (27 de março)”, frisou o assessor.

Ele disse que os professores foram esclarecidos acerca da transferência da Escola Tiradentes II para as dependências da Escola Orlando Bitar. “Também foram cientificados de que as matrículas de alunos continuariam sem qualquer modificação, assim como a lotação e carga horária individual de cada professor”, ressaltou.

Argumentos - Na reunião, professores disseram estar preocupados com a segurança dos alunos da “Tiradentes II” no espaço da “Orlando Bitar”, e ainda com o andamento do projeto pedagógico. Pais informaram que precisavam caminhar cerca de 20 a 30 minutos para chegar com os filhos até a Escola Tiradentes II, um tempo de deslocamento que será maior até a Escola Orlando Bitar.

“Diante dos argumentos apresentados, membros da Secretaria Adjunta de Ensino (Saen) e da Assessoria Jurídica da Seduc vão solicitar aos professores, pais e alunos que formalizassem seus argumentos, para subsidiar o pedido à Justiça estadual de permanência no prédio da Rua Presidente Pernambuco, por pelo menos um semestre letivo, tempo suficiente para que a Seduc construísse uma alternativa em conjunto com a comunidade escolar”, disse Fagner Feitosa.

O assessor jurídico reforçou que, “desde o primeiro momento, estão sendo utilizados todos os meios legais para a reversão da decisão judicial”.

bwin Mapa do site