bwin

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
SEGURANÇA

Preso em Placas um dos envolvidos em assalto à agência bancária

Por Redação - Agência PA (SECOM)
12/03/2015 19h49

Policiais civis e militares prenderam em flagrante, nesta quinta-feira (12), Marcos Silva Duarte, natural do município de Altamira (na Região do Xingu), um dos envolvidos no assalto à agência do Banco da Amazônia no município de Placas, na região oeste. Ele foi preso após ser baleado em uma das pernas, durante troca de tiros entre os acusados e policiais militares, logo após o roubo. Marcos foi levado ao Hospital Municipal de Placas, onde recebeu atendimento. Durante a revista, os policiais encontraram na roupa do acusado munições para pistola calibre 9 milímetros. 

De acordo com o delegado Jardel Guimarães, titular da Superintendência da Região Integrada de Segurança Pública do Tapajós, sediada em Itaituba, o assalto, na modalidade conhecida como "vapor", teria durado cerca de 15 minutos. Em torno de oito homens armados chegaram ao banco, por volta de 09h30, em uma caminhonete modelo L200, cor prata. Eles atiraram contra a agência e invadiram o local. Após render funcionários e clientes, os assaltantes pegaram o dinheiro. Na saída do banco, fizeram um escudo humano com um grupo de clientes.

Entre os reféns estavam um ex-prefeito e um secretário municipal de Placas. Na fuga, os bandidos levaram quatro reféns no veículo. Na estrada, o grupo foi cercado por policiais militares do GTO (Grupo Tático Operacional), que faziam policiamento na região. Houve troca de tiros, obrigando os acusados a recuar e tentar fugir em direção ao ramal que dá acesso à cidade vizinha de Uruará. Durante a perseguição, um dos pneus da caminhonete furou. Os reféns foram liberados e o carro, abandonado. Os acusados correram para a mata. 

Três guarnições do GTO, com apoio de policiais militares da região e de dois helicópteros do Graesp (Grupamento Aéreo de Segurança Pública), de Altamira e Santarém, dão apoio às buscas pelos assaltantes. Durante as diligências, a Polícia Civil foi informada que um suspeito havia dado entrada no Hospital de Placas, baleado em uma das pernas e dizendo que era um dos reféns. A artimanha não enganou os policiais, que pretenderam o acusado. Ele permanecerá recolhido à Unidade de Placas, à disposição da Justiça.

bwin Mapa do site