bwin

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
DIA DA MULHER

Polícia Civil promove "Só para Mulheres" com serviços de saúde, beleza e cidadania

Por Redação - Agência PA (SECOM)
07/03/2015 19h45

A Polícia Civil promoveu neste sábado (7), em Belém, uma programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher, denominada “Só para Mulheres”. Vários serviços gratuitos foram oferecidos na sede da Delegacia-Geral. Dezenas de mulheres compareceram para cuidar da beleza e da saúde, e também retirar a carteira de identidade. O assessor de Relações Interinstitucionais da Polícia Civil, Luiz Monteiro Júnior, disse que o evento também contribuiu para aproximar, cada vez mais, a Polícia Civil da comunidade.

A ação promoveu momentos de descontração, prevenção, informação e cuidados com a saúde. A bibliotecária Francinete Coelho, 33 anos, aproveitou a programação para obter a segunda via da carteira de identidade. “Eu soube da ação através do jornal e achei uma ótima iniciativa, principalmente por ser uma forma de homenagem ao Dia das Mulheres. Muitas pessoas não têm tempo de vir durante a semana, e como o evento está sendo realizado neste sábado ficou bem mais fácil de vir, além de oferecer gratuidade por todos os serviços”, disse ela.

Além da emissão gratuita da carteira de identidade, foram prestados serviços de prevenção de acidentes domésticos por uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar, orientação jurídica nas áreas familiar e trabalhista e encaminhamento para emissão de carteira de trabalho e certidão de nascimento. Na área de saúde houve medição de pressão arterial, com orientações e entrega de material informativo; verificação de glicemia e vacinação contra hepatite B, difteria e tétano. Foram oferecidos ainda tratamentos gratuitos de corte de cabelo, higienização facial e massagem relaxante; cuidados com os pés; massoterapia e maquiagem.

Fàbrica Esperança - Um dos destaques do evento foi a exposição de produtos confeccionados por egressas do Sistema Penitenciário atendidas pelo Projeto Fábrica Esperança, criado e mantido pelo Governo do Estado. O diretor geral da Fábrica Esperança, Eduardo Carvalho, informou que o projeto foi criado em 2006 para recepcionar egressos do Sistema Penitenciário, tanto homens quanto mulheres. “Na fábrica, os egressos fazem um acompanhamento psicossocial e são encaminhados para cursos de qualificação e profissionalização para serem encaminhados ao mercado de trabalho”, explicou. Ele ressaltou que os egressos podem trabalhar na própria Fábrica Esperança ou em alguma unidade de serviço que tenha contrato com a Organização Social que gerencia o projeto.

Segundo Kelly Mendes, assistente Social da Polícia Civil e coordenadora da Estação Cidadania do Jurunas, o evento “Só para mulheres” foi realizado pela primeira vez em 2007, na Secretaria de Estado de Administração (Sead) voltado para servidoras públicas, e na sede da Polícia Civil. “Este ano nós resolvemos ampliar a ação para a comunidade, como uma forma de oferecer o serviço para todas as mulheres e mostrar o trabalho oferecido pelos órgãos do Estado”, contou.

O evento foi resultado da parceria da Polícia Civil, por meio da Assessoria de Relações Interinstitucionais, com a Sead; Projeto Fábrica Esperança; Corpo de Bombeiros Militar; Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) e as empresas Allure Hair, Clínica Evolution e Mary Kay.

bwin Mapa do site