bwin

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
AGROPECUÁRIA

Governo investe em tecnologia e pesquisa e beneficia agricultores de 15 municípios paraenses

Por Ascom (Ascom)
23/01/2024 15h13
Abertura: 24/01/2024 11h00
Encerramento: 24/01/2024 13h00
Local: Conceição do Araguaia - PA
Endereço: Rodovia PA 447 - Km 05
Contatos: Carol Menezes (91) 98116-7653 / Sarah Mendes (Ascom/Emater) (91) 98887-6155

Nesta quarta-feira (24), o Governo do Pará entrega o Centro de Treinamento Agroecológico, Inovação Tecnológica e Pesquisa do Sudeste Paraense, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater-Pará), no município de Conceição do Araguaia. O Centro contará com a primeira agroindústria pública de leite e derivados e o primeiro laboratório público de solos do sul e sudeste do Estado.

A instalação ocupa 50 hectares do Km 05 às margens da rodovia PA-447, em uma região conhecida como “Saída para o Tocantins”, em Conceição do Araguaia, a cinco km da sede do município. A estimativa é que pelo menos duas mil famílias de 15 municípios tenham acesso imediato a serviços de tecnologia avançada, totalmente gratuitos, para aperfeiçoar atividades como pecuária e fruticultura.

Na solenidade, o governador do Estado, Helder Barbalho, e o presidente da Emater, Joniel Abreu, entre outras autoridades, dialogarão com um público previsto de mais de 500 agricultores familiares.

Desde 2021, a antiga Unidade Didático-Agroecológica de Conceição do Araguaia (UDCA) vem sendo transformada pela Emater no agora Centro, com ampliação de utilidades de pesquisa aplicada e status inédito de agroindústria de beneficiamento de leite e derivados e laboratório de solos para análise sobre qualquer tipo de plantio. Nos últimos dois anos, foram investidos cerca de R$ 3 milhões em obras de adaptação.

Na Agroindústria, pecuaristas serão continuamente capacitados sobre as tecnologias para processamento de leite, iogurte e queijo. A capacidade operacional é de até três mil litros por dia. Já o Laboratório de Solos permitirá análise antes de cada ciclo de plantio, a fim de corrigir a química. Com análise laboratorial de solos, a produtividade de qualquer plantio chega a aumentar mais de 100%. Até então, além de pagar pelos exames, os produtores precisavam enviar material para a capital Belém ou para o Estado de Goiás, porque não havia prestadores
próximos.

O Centro também dispõe de viveiros e de áreas de cultivo: são meio-hectare de feijão, dois hectares de milho e dois hectares de capim Capiaçu, por exemplo.

Porta-voz:governador Helder Barbalho

bwin Mapa do site